História do Clube Os Belenenses

Clube de Futebol "Os Belenenses" 

Alcunhas

Azuis

Azuis do Restelo

Pastéis

O Belém

 A Cruz de Cristo

 

Fundação 23 de setembro de 1919 (99 anos). 

Estádio

Estádio do Restelo 

Capacidade de 19 980. 

Localização Lisboa, Portugal 

 

Presidente Patrick Morais de Carvalho 

Treinador Nuno Oliveira 

Competição II Divisão da AFL 

Discrição da foto:

Banco de pedra com inscrição alusiva ao local de nascimento do Belenenses.

Clube fundador da 1ª Divisão Nacional em 1935, o CF "os Belenenses" permaneceu neste campeonato até 1982, ano em que aconteceu a 1ª descida à 2ª Divisão Nacional. No dia 23 de fevereiro de 2014, contra o Club Sport Marítimo, o Belenenses completou 2000 jogos no campeonato e pese embora a fase menos boa dos últimos anos, o clube regista números dignos de registo: 834 vitórias; 482 empates e 683 derrotas.

 

Ao longo da sua história, o Belenenses defrontou e venceu algumas das mais poderosas e conhecidas equipas do mundo: o Barcelona, o Valência, o Borussia Dortmund (na Alemanha), o Bayer Leverkusen, o Mónaco, o Olympique Lyonnais, o Vasco da Gama, o Cruzeiro de Belo Horizonte, o Newcastle, o Deportivo de La Coruña, o Bayern de Munique, o Sevilha, o Stade de Reims, o Dínamo de Zagreb, o Basileia e o Real Madrid (uma das vezes por 3-0). Com o Real Madrid, o mais bem sucedido clube mundial do século XX, o Belenenses teve fortes ligações: foi especialmente convidado para inaugurar o Estádio daquele clube, e voltou a sê-lo quando o estádio fez as bodas de prata e houve a festa de homenagem ao hexacampeão europeu, Francisco Gento.

 

O Belenenses foi o primeiro clube português a participar na Taça UEFA, estreando-se com um empate 3-3 em casa dos escoceses do Hibernian.

 

Registo ainda para o facto de o Belenenses ter sido a equipa a marcar mais golos num só jogo de todos os campeonatos nacionais: 15-2 à Académica. Aliás, no espaço de uma semana ganhou também por 14-1 ao Salgueiros, ou seja, marcou 29 golos em duas jornadas. Na Taça de Portugal tem a segunda maior goleada de sempre com 17-0 ao GD Vila Franca. Entre os clubes que foram goleados pelo Belenenses, contam-se o Benfica (8-3 em casa e 5-0 em campo neutro), o Futebol Clube do Porto (7-3 em casa e 6-2 e 4-0 fora) e o Sporting Clube de Braga (9-3), ou ainda o Vitória de Guimarães (12-1), o Boavista (10-0) e o Vitória de Setúbal (9-0), para referir alguns dos mais cotados.

 

A Fundação…

No início do século XX já tinha havido em Belém , aquele que seria o germe aglutinador do Belenenses, o Sport União Belenense que, não resistindo à evolução do futebol acabou por se extinguir em 1919, precisamente o ano de fundação do Clube de Futebol “os Belenenses”.

 

Assim, foi numa “noite de verão” (como descreve Acácio Rosa) que, num banco de jardim, Artur José Pereira reuniu os primeiros entusiastas: o seu irmão Francisco Pereira, Henrique Costa, Carlos Sobral, Joaquim Dias, Júlio Teixeira Gomes, Manuel Veloso e Romualdo Bogalho. Depois desse encontro a ideia do novo clube foi submetida ao juízo de Virgílio Paula e Francisco Reis Gonçalves. Várias reuniões se sucederam, com mais intervenientes ainda, até que em 23 de Setembro, na Praça Afonso de Albuquerque, se decidiu a fundação do novo Clube: o Clube de Futebol “Os Belenenses”.