HISTÓRIA DO SPORTING CLUBE DE PORTUGAL

O Sporting Clube de Portugal tem as suas origens na fundação do Belas Football Clube em 1902 por iniciativa de dois irmãos Francisco Horta Gavazzo e José Maria Horta Gavazzo.[1] O Belas Football Clube começou por realizar um encontro onde disputou dois jogos de futebol, tendo alcançado duas vitórias. Em 26 de Agosto de 1902, nos Seteais, na presença do Rei D. Carlos, da Rainha D. Amélia e do Príncipe D. Manuel, além de vários Dignitáriatá da Corte, disputou-se um encontro de futebol com um grupo de rapazes de Sintra.[2] No fim, o Rei ofereceu à equipa vencedora um estojo niquelado com cinquenta quilos de peso, contendo um licoreiro.[3] Entusiasmados, voltaram mais tarde a jogar, mas o desastroso resultado de 14-0 deitaria por terra as ambições.

Apenas dois anos mais tarde alguns dos seus sócios Fundadores criaram o Campo Grande Football Clube. Neste agrupamento desportivo José Alvalade era o tesoureiro e Francisco Horta Gavazzo o secretário. O equipamento desportivo era o mesmo do Belas Football Clube (camisas de flanela branca, calções azuis e cinto e meias da mesma cor) mas, normalmente jogavam com qualquer camisa branca pois foram raros os encontros em que se equiparam a rigor.

 

Apesar do nome, esta associação dedicava-se ao futebol, esgrima, salto e corridas, mas também festas, bailes e piqueniques, o que gerou conflitos entre alguns membros que entendiam que a prática desportiva deveria ser a sua principal vocação. Em 13 de Abril de 1906, durante uma Assembleia Geral, as opiniões divergentes quanto ao objectivo da instituição levaram à saída de cinco membros, que ficaram conhecidos como os dissidentes.

 

 

 Um deles, José Alvalade, manifestou imediatamente a intenção de formar um novo clube recorrendo à ajuda financeira do seu avô, o Visconde de Alvalade, Dr. Alfredo Augusto das Neves Holtreman, que tutelou a criação do novo clube e disponibilizou os terrenos para o campo de jogos na sua própria quinta.

Queremos que o Sporting seja um grande Clube, tão grande como os maiores da Europa.

à criação do novo clube.

 

Os dezanove sócios fundadores foram: José Alvalade, José Maria Horta Gavazzo, Frederico Seguro Ferreira, Alfredo Augusto das Neves Holtreman (Visconde de Alvalade), Fernando Soares Cardoso Barbosa, José Stromp, Henrique de Almeida Leite Júnior, John Henrique Scarlett, Eduardo Francisco Quintela Mendonça, Afonso Botelho, António Stromp, Augusto Barjona de Freitas, Augusto Carlos Cruz Seguro, Francisco da Ponte e Horta Gavazzo, Francisco Stromp, Sérgio Rolin Geraldes Barba, José Seguro Borges de Castro, José Cordeiro Ferreira Roquette e João Serrão de Moura.

 

Realizaram a primeira Assembleia Geral em 8 de Maio de 1906 com o objectivo de eleger a direção. Foi então eleito o Dr. Alfredo Augusto das Neves Holtreman como Presidente da Direção, sendo-lhe conferido o título de "sócio-protector" em virtude de todo o apoio prestado