Poesia.

Azer uma estrada.

 

Não desisto de sonhar,

Ninguém me verá ceder!

Para a frente, caminhar, caminhar;

Eu sei que vou vencer!

 

Afastarei as pedras do caminho,

Ultrapassarei todos os problemas

Acompanhado ou mesmo sozinho;

Resolvirei todos os dilemas.

 

Jamais baixarei os braços,

Jamais me darei por vencido!

Sairei de todos os laços;                              ;

Acompanhado, ou só comigo.

 

Pragassa.